#mitou

como se diferenciar?

Produção de conteúdo digital: como se diferenciar para continuar no topo?

15/02/22
Estrela

Já deu certo! Sua carreira como influencer já decolou e está voando. Mais do que isso, você está no topo. Muito bom, né? Com certeza, mas não só. Mesmo viver “no topo” ainda pode carregar alguns desafios.

Um deles é lidar com a realidade de que, estando no topo, o que resta é lutar para permanecer lá, ou começar a cair.

No caso da vida de um influenciador digital, a pressão para se reinventar é constante – e se isso tem um lado bom ao significar que sempre existe espaço para melhorar e crescer mais ainda (ou seja, depois de um topo sempre pode existir outro topo), também significa que ninguém é “grande demais para falhar” e que, por maior que você seja, não dá para se acomodar.

Então a questão é: como se manter no topo? E a resposta mais simples é: reinventar-se constantemente para se diferenciar da concorrência e ser marcante. Mas essa resposta já vem embutida com mais uma pergunta: como fazer isso?

É o que vamos tentar responder hoje.

Seta

1. Pensar fora da caixa

Se você está no topo, provavelmente isso quer dizer que já existe uma fórmula bem-sucedida no que você faz, algo que você aprendeu com toda sua experiência e com um longo processo de tentativa e erro.

E se a gente disser que o primeiro passo para se diferenciar é desapegar um pouco dessa fórmula?

Por mais que uma fórmula dê certo, ela aos poucos se desgasta se não receber um “temperinho” de novidade de tempo em tempo. Então é importante encontrar caminhos para fugir do óbvio.

Algo que vale tentar é criar listas de tudo que vem na cabeça, com ideias (podem ser as mais absurdas possíveis) do que pode ser criativo e novo para seu conteúdo. As primeiras ideias vão parecer ou muito óbvias ou muito ruins, mas com o tempo, depois de se esforçar um pouquinho, você vai ver que algumas pérolas vão começar a aparecer.

Outra coisa que pode ajudar nesse processo de construir novidades é começar reinventando seu consumo de conteúdo, inspirando-se por novas referências.

Você também muito provavelmente já carrega algumas escolhas nesse sentido que sabe que dão certo – aquelas pessoas que gosta de seguir, aquelas músicas que gosta de ouvir, lugares que gosta de frequentar, etc.

Então, de novo: e se a gente te dissesse que um dos jeitos de aflorar a criatividade e começar a se diferenciar é desapegando um pouco de tudo que já gosta e começando a caçar coisas novas?

Seta

2. Fazendo diferente

Você já viu um pouco de tudo e descobriu muitas coisas novas para se inspirar; também já fez uma lista das melhores ideias de tudo que pode fazer de novo para se diferenciar.

Agora é a hora de… Fazer! Quando queremos nos diferenciar, precisamos experimentar coisas novas e que nunca fizemos antes: isso vai chamar a atenção inclusive do público, que vai perceber o esforço em “sair do básico”. Aqui, vale de tudo: testar novos formatos, por exemplo, é algo que pode funcionar bem. Se você escreve, talvez seja a hora de tentar falar. Se você faz fotos, talvez seja a hora de fazer um vídeo. Se faz vídeos, talvez um que seja mais longo, ou mais curto… A ideia é escapar do que costuma fazer.

Como é um processo novo, é importante também não ter medo de errar. Nem todos os experimentos vão dar certo justamente por serem isso, experimentos, algo que ainda está na fase do “testado”, não necessariamente na do “aprovado”.

Mas para se diferenciar, essa sacudida no seguro é necessária – e é um risco que, como influencer no topo, você terá que correr.

Seta

3. Fique sem fazer nada

Como assim? A dica para se diferenciar é ficar perdendo tempo? Exato!

Só que na verdade não é “perder tempo”, é exercitar o famoso “ócio criativo”: aquele momento em que uma inspiração ou uma solução perfeita aparecem no chuveiro, nas compras de mercado, lavando louça ou num passeio no parque.

Isso acontece justamente pela falta de foco no problema naquele momento: quando você se distrai, relaxa e se foca em outras coisas, sua mente continua trabalhando em “segundo plano” sozinha, estabelecendo novas associações e encontrando novas respostas.

Daí, às vezes, aquele insight aparece “do nada” porque sua cabeça foi construindo no tempo dela enquanto você estava “fazendo nada”.

Seta

4. Faça muito e por bastante tempo

Na contramão da dica anterior, vamos lembrar que inovar é uma habilidade que se aprimora e exercita. Quanto mais tempo você investir nisso e quanto mais esse exercício fizer parte da sua rotina, melhor você ficará com o passar dos meses.

Seu processo criativo pode ajudar a encontrar novas soluções que antes pareciam inimagináveis para criar um conteúdo diferente e que chame mais atenção, mas isso depende do seu esforço e da persistência para não desistir quando algo der errado no caminho.

Com o tempo, se diferenciar vai parecer menos algo que é “exceção”, que precisa ser enfrentado como um problema em momentos específicos, e mais como um exercício constante, algo que você pode fazer a cada novo conteúdo se souber se posicionar do jeito certo.

E com um conteúdo que reúna o melhor do que já dá certo com o melhor do que pode surgir quando testamos o novo, você vai ter tudo para não só continuar no topo, mas continuar crescendo e alcançando cada vez mais pessoas.

Photo of stylish trendy cheerful curly wavy model gorgeous sweet charming girlfriend thumbing up symbol smiling toothily approving something wear t-shirt isolated yellow bright color background

E aí, curtiu?

Tá a fim de ler mais conteúdos que nem esse? Confere todos os posts na nossa editoria!
#mitou

veja mais

#você viu?

  • #mitou

    Haters nas redes sociais: quem são e as maneiras de lidar com eles

    Lidar com haters nas redes sociais
  • #mitou

    Burnout: precisamos falar sobre saúde mental

    Mulher negra gravando com o celular
  • #mitou

    Aprenda com quem chegou lá! Quais os conselhos dos influenciadores digitais de sucesso

    Mulher se alongamento na frente do computador
  • #mitou

    Produção de conteúdo digital: como se diferenciar para continuar no topo?

    Mulher gravando um vídeo com o violão
  • #mitou

    Excesso de trabalho e saúde mental: existe ligação?

    Mulher segurando o celular e tirando fotos
  • #mitou

    Como se manter no topo?

    mulher loira com celular e ícones de redes sociais