#mitou

saúde mental

O que fazer para manter a saúde mental sendo influenccer digital?

15/02/22
Estrela

Quem trabalha como influenciador sabe o quanto o dia a dia pode ser estressante: cobranças constantes, as pressões por resultados, acompanhar métricas e algoritmos, ficar antenado nas últimas tendências, lidar com o público, ter dificuldade para separar o trabalho da vida pessoal…

São muitos desafios diferentes que podem acabar pesando na saúde mental e até desencadeando problemas como estresse e ansiedade.

Mas existem maneiras de lidar com esses desafios e construir uma vida com mais saúde mental, em que seu trabalho como influencer coexista com sua vida pessoal de uma forma sustentável.

Por isso, hoje vamos tentar responder a grande pergunta: como manter a saúde mental sendo influencer digital?

Seta

1. Crie uma rotina que separe o trabalho dos momentos de descanso.

A vida de um influencer pode ser bastante incerta e difícil de prever. Ainda assim, vale tentar construir tanto uma rotina geral (como seu dia vai funcionar, como será sua semana, etc.) quanto “pequenas rotinas” (pequenos hábitos que dá para tentar manter mesmo em dias especiais, ou durante uma viagem).

Assim, mesmo se o trabalho acabar te jogando de um lado para o outro, é possível manter alguns rituais que ajudam a te “ancorar” e podem ajudar a te reconectar com seu próprio ritmo. Pode ser coisas bobas, como tentar sempre tomar café da manhã no mesmo horário, ou tentar sempre separar pelo menos quinze minutinhos para tentar meditar um pouco.

Com pequenas ações desse tipo, é possível colocar os “pés no chão” e sentir que, mesmo numa rotina corrida que envolve muitos imprevistos e mudanças, algo da vida cotidiana sempre se mantém. Guiar-se pelo seu dia e até criar planejamentos fica mais fácil com esse tipo de controle.

Fora isso, é importante tentar tirar momentos para descansar, o que pode ser bem difícil para um influenciador que tem poucas barreiras separando o que é vida profissional de vida pessoal. Mas é importante tentar desligar um pouco, mesmo que só um pouquinho, para curtir momentos “ao vivo” que você não está pensando em transformar num post, nem em gravar para seus seguidores.

Criar eventos como encontros de amigos “sem celular”, ou até fazer uma viagem de férias para passar algum tempo longe de redes sociais, são caminhos que podem ajudar você a escapar das exigências do dia a dia profissional.

E por mais que um influencer viva de conexão, é importante ficar desconectado às vezes para recuperar a saúde mental.

Além disso, por mais óbvio que possa parecer, vale reforçar: não dá para sacrificar os hábitos saudáveis. Você pode receber mimos deliciosos (e talvez super gordurosos ou bem doces) de alguma empresa parceira, mas não dá para se alimentar só disso e esquecer de tomar café da manhã, almoçar, jantar… Também não dá para, no meio da correria, “esquecer de comer” ou viver comendo qualquer besteira que encontrar na rua para economizar tempo.

Além da alimentação, outro hábito que costuma ficar de lado na vida de um influencer é o sono. Por mais difícil que seja, que tal tentar ficar um pouco longe do celular antes de dormir? Também é importante tentar criar, na medida do possível, uma rotina de sono que funcione e na qual você consiga dormir o tempo suficiente toda a noite.

Em casos especiais que vão te “tirar do eixo”, como uma viagem internacional, ainda vale a mesma dica: tente se adequar e voltar ao padrão assim que possível e, mesmo durante a viagem, busque construir uma rotina de sono que funcione para que você descanse suficientemente toda a noite.

Seta

2. Um cantinho para cada coisa

O lugar de trabalho de um influencer é… Qualquer lugar. E apesar de todos os benefícios que essa liberdade toda pode trazer, na verdade também existe algo de problemático em ver o mundo desse jeito.

Afinal, se nenhum lugar é o lugar específico de trabalho, isso meio que quer dizer que todo lugar é lugar de trabalho, o tempo todo.

Sua cama, por exemplo, pode parecer muito menos acolhedora se você lembra dela só como outro dos infinitos lugares em que fica trabalhando.

Por isso, por mais bobo que possa parecer, é importante tentar separar um espaço que funcione como um lugar de trabalho “oficial”: uma mesa e uma cadeira que não sejam sua cama e que, se tiver espaço na sua casa, fiquem num ambiente separado como escritório mesmo, um lugar pensado especificamente para isso.

Mesmo que esse ambiente não seja o lugar em que você vai gravar a maioria dos seus vídeos, ele pode ser o lugar em que você guarda documentos, mimos recebidos, onde edita vídeos, acompanha métricas e faz reuniões. Essa separação “física” do espaço de trabalho do espaço do resto da sua vida também ajuda bastante a entender a diferença dos dois contextos e momentos – e contribui para que, fora do lugar de trabalho, você sinta mais tranquilidade no seu tempo livre.

Seta

3. Não subestime o cuidado consigo - e tome cuidado com a Internet

Como alguém que está na Internet todos os dias, você já sabe que ela não é sempre muito… Saudável.

Quem trabalha como influencer pode ter a tendência de se ver como um “super-herói” mais capaz de lidar com os desafios da vida online do que as outras pessoas – mas é muito importante tomar cuidado para não ser engolido por discussões online, perdendo tempo da sua vida real em discussões que não levam a lugar nenhum com haters.

Outro problema comum com a Internet é a ansiedade de perder alguma coisa (condição conhecida pela sigla em inglês FOMO, de “fear of missing out”), já que o mundo online não para nunca e sempre vai ter alguma coisa nova para se ver. Mas vale lembrar que você é uma pessoa só e que não dá para controlar e ficar sabendo de tudo sempre – afinal, você também tem seus limites.

Tente respeitar seu tempo livre para fazer outras coisas que não só ficar na Internet acompanhando suas menções e estatísticas: coisas como sair ao ar livre, fazer um esporte, ir a uma festa com seus amigos…Tudo de legal que só dá pra fazer aqui, desse lado da tela.

Por fim, vale enfatizar também o quanto a saúde mental é importante e o quanto ela não deve ser subestimada. A principal ferramenta de trabalho de um influencer, acima de qualquer outra coisa, é a sua cabeça, portanto ela deve estar sempre muitíssimo bem para que todo o resto flua.

Cuidar da sua saúde mental não é um luxo, nem “frescura”, nem desperdício: é um investimento que traz até mesmo retornos financeiros, já que ajuda sua marca a seguir uma trajetória mais sustentável a longo prazo.

Photo of stylish trendy cheerful curly wavy model gorgeous sweet charming girlfriend thumbing up symbol smiling toothily approving something wear t-shirt isolated yellow bright color background

E aí, curtiu?

Tá a fim de ler mais conteúdos que nem esse? Confere todos os posts na nossa editoria!
#mitou

veja mais

#você viu?

  • #mitou

    Aprenda com quem chegou lá! Quais os conselhos dos influenciadores digitais de sucesso

    Mulher se alongamento na frente do computador
  • #mitou

    Haters nas redes sociais: quem são e as maneiras de lidar com eles

    Lidar com haters nas redes sociais
  • #mitou

    Excesso de trabalho e saúde mental: existe ligação?

    Mulher segurando o celular e tirando fotos
  • #mitou

    Burnout: precisamos falar sobre saúde mental

    Mulher negra gravando com o celular
  • #mitou

    Como se manter no topo?

    mulher loira com celular e ícones de redes sociais
  • #mitou

    Entenda o que é linchamento virtual

    Menina loira tirando foto no espelho

Este site usa Cookies! Cookies Icon

nós armazenamos dados temporáriamente para melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. dúvidas? leia nossa politica de privacidade