#mandapublis

conquistar marca$

Publipost: tudo que você precisa saber para fazer seu 1º publi

15/02/22
Estrela

Vamos lá: se você vai fazer seu primeiro publipost e não sabe por onde começar, está no lugar certo.

Reunimos tudo que você precisa saber para fazer seu primeiro publi e começar a atrair clientes.

Explicamos também como seguir as regras para anunciar em um publipost e como criar um conteúdo patrocinado que ainda seja relevante para seu público, ao mesmo tempo em que entrega aquilo que a empresa que te contratou esperava receber.

Aliás, antes de tudo isso: você já parou para pensar nos motivos para ir atrás de publiposts? O mais óbvio deles a gente sabe: ganhar dinheiro. Mas, acredite se quiser, esse não é o único benefício.

Ter posts patrocinados serve também para demonstrar o quanto sua presença digital está profissionalizada, ao ponto de atrair a atenção de empresas. E é uma ótima oportunidade de construir pontes entre pessoas e marcas, utilizando o voto de confiança que recebeu do seu público.

Se tudo der certo e o publipost for bom (cenário ideal), essa confiança do seu público vai sair ainda mais fortalecida da experiência.

Seta

1. Não é só um anúncio: ainda é conteúdo

Quando influencers iniciantes ficam preocupados na melhor maneira de construir um bom publipost, a melhor resposta para acalmá-los é: simplesmente faça o publipost com o mesmo cuidado e carinho com que faz seus conteúdos que deram tão certo ao ponto de uma marca buscar por eles.

Se seu conteúdo já é o que conquistou tanto seu público quanto a marca que está te pagando, não faz sentido que seu publipost fuja muito do que você já costuma fazer. Nesse sentido, ele precisa ser entendido como outro conteúdo relevante a ser publicado, tanto quanto todos os outros que você publica.

Aliás, se possível é até melhor que seu publipost seja um pouquinho mais criativo e interessante do que o que você publica normalmente, para vencer a resistência do seu público com conteúdos patrocinados. Para isso, é importante encontrar o melhor jeito de se comunicar no seu publipost, dizendo algo que realmente vá fazer a diferença na vida de quem está consumindo seu conteúdo.

Fora isso, um bom publipost precisa conquistar também a empresa que está anunciando e a você, que está criando. Isso quer dizer, inclusive, que você também precisa escolher as empresas com que vai fazer publiposts – se alguma delas for prejudicar a relação de confiança que você construiu com seu público, o melhor a se fazer é cair fora.

Finalmente, um bom publipost precisa atender às normas de publicidade e ser honesto. Ele precisa deixar evidente o que é uma opinião da marca e o que é uma opinião pessoal sua, além de deixar bem evidente para o público que se trata de um conteúdo patrocinado.

Seta

2. O que você está vendendo é confiança

Para conquistar marcas, o processo não é muito diferente daquele para conquistar seu público: elas verão que você tem autoridade, profissionalismo, uma boa relação com seu público, conteúdo relevante e algum vínculo com o produto que desejam anunciar.

Você pode também fazer o caminho inverso, entrando em contato com marcas e argumentando por que elas deveriam investir em você, desde que seja algo coerente com seu público (por exemplo, se você se comunica principalmente com o público masculino jovem que gosta de videogames, não faria sentido ir atrás de uma marca de maquiagem feminina).

Vale reforçar que, mais do que seu perfil ou sua imagem, o que está sendo vendido e que está sendo vendido de verdade é o vínculo de confiança que você construiu com seu público: então não sacrifique esse vínculo de jeito nenhum.

Um publipost pode dar um bom dinheiro hoje, mas se o que anunciar for ruim, pode detonar seu engajamento, destruir sua autoridade e acabar com a boa relação que você tem com seu público.

Mas se um publipost é algo que você poderia continuar anunciando durante anos sem ser prejudicado por isso e sem que seu público perca confiança em você, então ele é um ótimo publipost.

Seta

3. Conheça as regras do CONAR

No Brasil, a publicidade é regulada pelo CONAR, que faz algumas exigências para que um conteúdo patrocinado seja veiculado online; além dele, a própria plataforma em que o conteúdo será veiculado também possui suas normas.

Vale ficar de olho nas regras de ambos, tanto do CONAR quanto da plataforma em que será feito o anúncio, para evitar problemas.

Algumas das exigências são básicas, como adicionar uma hashtag ao post deixando explícito que se trata de um publipost. Em outros casos, as normas podem ser mais específicas, principalmente no que diz respeito às plataformas, dependendo do produto que se vai anunciar.

Photo of confident lady holding hands telephone making selfies wear specs yellow costume isolated purple background

E aí, curtiu?

Tá a fim de ler mais conteúdos que nem esse? Confere todos os posts na nossa editoria!
#mandapublis

veja mais

#você viu?

  • #mandapublis

    Quer criar conteúdo diferenciado nas redes sociais? Comece aplicando essas dicas

    mulher gravando sua pintura com câmera e tripé
  • #mandapublis

    Conteúdo para Youtube: como aumentar sua relevância na plataforma?

    Influenciador gravando vídeo para o youtube
  • #mandapublis

    As 4 métricas mais importantes para você analisar em suas redes sociais

    Engajamento nas redes sociais
  • #mandapublis

    Quer fazer publicidade no Instagram? Seu perfil precisa disso

    Mãos digitando no notebook
  • #mandapublis

    Na prática, quanto cobrar por um publipost?

    Mulher trabalhando com o celular na mão
  • #mandapublis

    Como criar autoridade nas redes sociais e ter mais engajamento?

    Homem criando conteúdo para a câmera

Este site usa Cookies! Cookies Icon

nós armazenamos dados temporáriamente para melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. dúvidas? leia nossa politica de privacidade